Skip to main content Skip to search Skip to header Skip to footer

2012

Testemunha das bênçãos do Amor

O que podemos fazer quando as condições econômicas nos fazem sentir como se estivéssemos sendo esmagados por paredes? Quer seja na tentativa de pagar o valor crescente de uma hipoteca ou de impedir o acúmulo das dívidas devido à perda do emprego, ou de meramente colocar comida na mesa, algumas vezes, parece que simplesmente não temos o suficiente para o que necessitamos. Os desafios econômicos pessoais, bem como aqueles difundidos pelos meios de comunicação, como a dívida entre as nações ou o impacto monetário decorrente de desastres naturais, tentariam reforçar a ideia de que a vida seja material e sujeita a circunstâncias que estão fora do nosso controle.

Deus supre as nossas necessidades

Recentemente, tenho notado que o desequilíbrio na economia tem sido noticiado de forma preocupante, particularmente com relação à oferta e à procura de recursos. Temores sobre o futuro, sobre assuntos financeiros e habitacionais e a forma como os custos parecem estar crescendo, são amplamente divulgados.

A Missão dO Arauto

Quando Mary Baker Eddy estabeleceu O Arauto em 1903, ela disse que sua missão era a de "anunciar a atividade e a disponibilidade universal da Verdade" (The First Church of Christ, Scientist, and Miscellany, p. 353).

O Arauto registra, em suas páginas, a transformação que ocorre na vida de muita gente e mostra que cada um de nós pode chegar à Verdade.

Que alegria pensar que o efeito da Verdade atua na consciência humana, trazendo cura e renovação! Nosso Mestre, Cristo Jesus, nos prometeu algo que de fato está se cumprindo: "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" (João 8:32).

Cyril Rakhmanoff, O Arauto da Ciência Cristã, edição de julho de 1998
Conheça melhor O Arauto e sua missão.