Skip to main content

Fumo, bebida … e cura?

Da edição de maio de 2017 dO Arauto da Ciência Cristã

Tradução do original em inglês publicado originalmente na edição de outubro de 2016 do The Christian Science Journal.

Adding Bookmark

Favorito arquivado



Bookmarks Loading
Bookmarks Loading

Durante o ensino médio, achei-me enredada em uma cultura de muita bebida alcoólica e consumo de cigarros. Os adolescentes em minha vizinhança passavam muito tempo em jogos de futebol, de basquetebol e em festas, locais em que, com frequência, havia bebidas alcoólicas. Logo comecei a beber, hábito que me levou a fumar.

Meus amigos e eu sempre encontrávamos uma maneira de obter bebida alcoólica, e quase todos os finais de semana envolviam festas e bebedeiras. As coisas não mudaram na faculdade nem depois da faculdade. Aos vinte e poucos anos, eu estava fumando em média dois a três maços de cigarros por dia e saindo várias vezes durante a semana depois do trabalho para tomar drinques. Mas isso já estava perdendo a graça. Honestamente, eu estava cansada desse estilo de vida de beber e fumar em reuniões sociais e do ciclo interminável de saídas e programas sociais fúteis. Comecei a buscar algo diferente.

Naquela ocasião, minha mãe e eu estávamos morando na mesma casa, e ela era membro de uma filial da Igreja de Cristo, Cientista. Conviver com ela me fez pensar novamente em Deus e na igreja, visto que eu fora criada frequentando a Escola Dominical da Ciência Cristã e sempre me sentira próxima de Deus.

Em um domingo, minha mãe trouxe para casa um panfleto que anunciava um Encontro Regional da Ciência Cristã em Rocky Mountain, encontro no qual jovens adultos se reuniriam para participar de seminários que os ajudariam a aprender mais sobre a Ciência Cristã. Fiquei muito interessada, visto que eu de fato tinha amor a Deus. Por isso, esse evento despertou algo dentro de mim. Mas eu achava que, antes de pensar em participar de um evento como esse, eu precisava ao menos me livrar do hábito de fumar, embora mais tarde eu viesse a saber que seria bem-vinda, pois todos são sempre bem-vindos a aprender mais a respeito de Deus e a descobrir como encontrar a cura.

Decidi ligar para uma Praticista da Ciência Cristã para pedir ajuda com relação ao meu hábito de fumar e comecei a estudar a Bíblia e Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, de Mary Baker Eddy. Também comecei a ler as Lições Bíblicas semanais da Ciência Cristã, bem como artigos nos periódicos da Ciência Cristã. Todavia, o desejo de me livrar do hábito de fumar era tão grande, que fiquei presa naquilo que parecia uma tentativa de me livrar desse hábito por meio da força de vontade obstinada. Eu simplesmente não conseguia me libertar dessa obsessão.

Certo dia, comecei a me sentir muito mal. Fui para meu quarto para me deitar e quase não consegui chegar lá, pois comecei a sentir que iria desmaiar. Havia um telefone junto à minha cama. A última coisa que consegui fazer antes de perder a consciência foi ligar para a praticista que estivera me ajudando e dizer: “Socorro”.

Quando acordei no dia seguinte, contudo, sentia-me completamente bem. Desci as escadas e fiz a primeira coisa que estivera fazendo todas as manhãs durante anos, isto é, pegar um cigarro. Havia apenas a metade de um no cinzeiro. Peguei-o, acendi-o e tentei dar uma tragada ... mas não consegui. Eu não queria fumar! O desejo desaparecera completamente. Era como se eu nunca tivesse fumado na vida! Alguns dias depois, quando saí com alguns amigos, percebi que todo o desejo que antes eu tinha de consumir bebidas alcoólicas também desaparecera.

Quando conversei com a praticista no dia seguinte, ela me contou que estivera orando e se atendo persistentemente à ideia de que minha identidade era inteiramente espiritual e que eu realmente não poderia desejar nada, nem ser atraída para nada, que não fosse o bem, Deus, meu único Criador.

Essa cura ocorreu há mais de 23 anos e, desde aquela ocasião, nunca mais tive desejo algum de fumar ou de beber. Sou muito grata por essa libertação. Essa cura me levou a uma vida mais plena, mais livre, na qual tenho uma compreensão muito mais profunda do meu relacionamento com Deus.

Tradução do original em inglês publicado originalmente na edição de outubro de 2016 do The Christian Science Journal.

TENHA ACESSO A MAIS ARTIGOS TÃO BONS COMO ESTE!

Bem-vindo ao Arauto-Online, o portal dO Arauto da Ciência Cristã. Esperamos que tenha gostado deste artigo que foi partilhado com você.

Para ter acesso total aos Arautos, ative sua conta usando seu número de assinante do Arauto impresso, ou assine JSH-Online ainda hoje!


A Missão dO Arauto

Em 1903, Mary Baker Eddy estabeleceu O Arauto da Ciência Cristã. Seu propósito: "...para anunciar a atividade e disponibilidade universal da Verdade". A definição de “arauto”, conforme consta de um dicionário: “precursor, um mensageiro enviado com antecedência para anunciar a proximidade daquilo que está por vir”, proporciona um significado especial ao nome Arauto, além de destacar a obrigação de cada um de nós, a de nos certificarmos de que nossos Arautos cumpram sua incumbência, uma incumbência que é inseparável do Cristo e que foi anunciada primeiramente por Jesus (Marcos 16:15), “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura”.

Mary Sands Lee, Christian Science Sentinel, 7 de julho de 1956

Conheça melhor O Arauto e sua missão.