Skip to main content
Original para a Internet

A Ciência da cura, clara para todos

Da edição de julho de 2017 dO Arauto da Ciência Cristã

Tradução do original em inglês publicado na edição de 6 de março de 2017 do Christian Science Sentinel.

Publicado anteriormente como um original para a Internet em 30 de maio de 2017.

Adding Bookmark

Favorito arquivado



Bookmarks Loading
Bookmarks Loading

Pode-se dizer quase com certeza que, quando Mary Baker Eddy descobriu a Ciência Cristã, ela sentiu e vivenciou o amor de Deus mais profundamente do que jamais havia sentido antes. Ela descobriu que essa Ciência era o remédio de Deus para o sofrimento da humanidade, inclusive o seu próprio. Era o amor de Deus vindo à consciência humana e curando “toda sorte de doenças e enfermidades” (Mateus 10:1), o mesmo amor que ficou evidenciado na obra de cura que Cristo Jesus e seus discípulos realizaram. A partir de sua descoberta, as incontáveis curas que se realizaram por meio da prática da Ciência Cristã, e o amplo alcance dessas curas, confirmaram a capacidade dessa Ciência para atender à grande necessidade de cura que a humanidade tem. 

Não estaria de acordo com a natureza de Deus, que é o Amor divino infinito, revelar a solução sanadora para os males da humanidade, mas manter obscuros ou difíceis de serem descobertos alguns aspectos dessa solução. O potencial divino de cura está totalmente disponível para toda a humanidade. A Sra. Eddy escreve no livro-texto da Ciência Cristã, Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras: “Na Ciência divina, em que as orações são mentais, todos podem valer-se de Deus como ‘socorro bem presente nas tribulações’. O Amor é imparcial e universal na sua adaptação e nas suas dádivas. É a fonte aberta que clama ‘Ah! Todos vós, os que tendes sede, vinde às águas’” (pp. 12–13).

O próprio livro-texto ilustra a verdade dessa promessa. É um livro-texto aberto e honesto, que não esconde nada, mas oferece a todos os leitores pleno acesso à verdade espiritual acerca do existir, isto é, da realidade de Deus e de Sua amada criação, que inclui a todos nós. Ciência e Saúde fala a você e a mim da maneira como estamos preparados para ouvir. Ele nos mostra a realidade do nosso existir como a semelhança perfeita de Deus, a expressão harmoniosa do Espírito. Ele nos faz conhecer as leis do Espírito, as quais mantêm nossa harmonia, e explica o método para aplicar a lei espiritual por meio da oração, no tratamento da doença e de outros males.

Ao estudar Ciência e Saúde, e colocar a verdade em prática em nossa vida diária, descobrimos que nossa compreensão da mensagem do livro se aprofunda continuamente, toda vez que voltamos a ela e conseguimos compreender ainda mais a Ciência do existir. Também constatamos que o mesmo acontece em nosso estudo da Bíblia, cuja mensagem espiritual, infinitamente profunda, abre-se para nós cada vez mais plenamente.

Referindo-se àquilo que leva à cura, Jesus disse: “Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João 8:31, 32).

A exigência que Jesus estabelece é clara e direta. Devemos aceitar as suas explicações acerca da verdade e suas instruções a respeito de como colocar a verdade em prática, por meio da oração e do viver cristão. Em seguida, há a promessa maravilhosa de que, ao seguir firmemente seus ensinamentos, compreenderemos e perceberemos cada vez mais a verdade acerca do existir, e essa verdade nos cura.

A verdade espiritual está sempre disponível. Quando nos volvemos a Deus em oração, já há algum vislumbre da realidade espiritual batendo à porta do nosso pensamento, esperando por nossa aceitação. O que abre essa porta são nossos esforços persistentes e constantes, em oração, de aprofundar nossa compreensão da verdade e de cultivar um tom e um caráter de pensamento cada vez mais semelhantes aos do Cristo. À medida que crescemos em nossa semelhança ao Cristo, em bondade e compreensão espiritual, percebemos mais genuinamente e sentimos mais vivamente as verdades que professamos. Nós nos tornamos mais receptivos à realidade harmoniosa que Cristo, a Verdade, nos revela. 

Há muitos anos, minha esposa teve uma cura inesperada quando aprendeu a importância de orar diariamente por si mesma. A oração diária ajudou-a a preencher seu pensamento de forma consistente com a verdade que ela estava aprendendo na Ciência Cristã, tal como o fato de que Deus é Tudo e a perfeição de sua identidade real, dada por Deus. Depois de ter orado todos os dias durante algum tempo, ela constatou que várias dificuldades físicas, inclusive uma grave perda de cabelos e dois aflitivos problemas de pele nos pés, haviam sido completamente curados.

A experiência da minha esposa, e as incontáveis curas de outras pessoas na Ciência Cristã, demonstram que a cura provém da compreensão das verdades encontradas na Bíblia e no livro-texto da Ciência Cristã. As trevas desaparecem naturalmente com o aparecimento da luz; e a doença, os males e o pecado desaparecem com a mesma naturalidade, à medida que compreendemos a verdade sobre o nosso existir.

A Ciência divina é verdadeiramente nossa porta aberta para a cura, uma porta pela qual todos nós somos convidados a entrar.

Às vezes, no entanto, o pensamento humano perde esse ponto da naturalidade e da plenitude daquilo que Deus revelou no livro-texto, e procura por algo mais. Em outro de seus livros, a Sra. Eddy aborda essa questão ao responder a esta pergunta: “O livro ‘Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras’ explica por inteiro o método da cura metafísica, ou, como dizem alguns, existe algum segredo por trás do seu conteúdo”?

Sua resposta: “ ‘Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras’ é o livro-texto completo da Ciência Cristã; e seu método metafísico de cura é apresentado com a maior clareza possível, tendo em conta a necessidade de expressar a metafísica em termos físicos. Não há em absoluto nenhum segredo adicional fora de seus ensinamentos ou que dê a alguém o poder de curar; mas é essencial que o aluno alcance a compreensão espiritual do conteúdo desse livro, a fim de curar” (Miscellaneous Writings [Escritos Diversos] 1883–1896, p. 50). 

Para aqueles que procuram sinceramente a verdade a respeito de Deus e do homem, a Ciência Cristã não esconde nenhum segredo. Mas, para os sentidos materiais e a mentalidade material, a própria verdade espiritual parece desconhecida e oculta. Os sentidos materiais são incapazes de ver além de seu próprio senso falso de existência, exatamente como, quando estamos sonhando à noite, não estamos cientes de nada mais além do nosso sonho. Portanto, esses sentidos não percebem as verdades que o senso espiritual tão naturalmente discerne e aceita.

Mas nós todos temos a oportunidade de cultivar o senso espiritual, o qual é inerente à nossa verdadeira individualidade dada por Deus. Como peregrinos que iniciam cada dia de sua jornada cheios de expectativa, nós, como seguidores de Cristo, somos livres para seguir em frente diariamente, volvendo nossos pensamentos a Deus para uma compreensão mais plena da verdade que cura. Somos livres para “adiantar[-nos] cada dia um pouco na direção certa” (Ciência e Saúde, p. 21), para aprender sobre a verdade um pouco mais do que sabíamos antes, para purificar o pensamento e o caráter, e para aumentar nossa confiança em Deus e em Suas leis, que nos governam harmoniosamente.

O caminho do Cristo foi tornado claro para todos nós. A Ciência divina é verdadeiramente nossa porta aberta para a cura, uma porta pela qual todos nós somos convidados a entrar.

Tradução do original em inglês publicado na edição de 6 de março de 2017 do Christian Science Sentinel.

Publicado anteriormente como um original para a Internet em 30 de maio de 2017. 

TENHA ACESSO A MAIS ARTIGOS TÃO BONS COMO ESTE!

Bem-vindo ao Arauto-Online, o portal dO Arauto da Ciência Cristã. Esperamos que tenha gostado deste artigo que foi partilhado com você.

Para ter acesso total aos Arautos, ative sua conta usando seu número de assinante do Arauto impresso, ou assine JSH-Online ainda hoje!


A Missão dO Arauto

Em 1903, Mary Baker Eddy estabeleceu O Arauto da Ciência Cristã. Seu propósito: "...para anunciar a atividade e disponibilidade universal da Verdade". A definição de “arauto”, conforme consta de um dicionário: “precursor, um mensageiro enviado com antecedência para anunciar a proximidade daquilo que está por vir”, proporciona um significado especial ao nome Arauto, além de destacar a obrigação de cada um de nós, a de nos certificarmos de que nossos Arautos cumpram sua incumbência, uma incumbência que é inseparável do Cristo e que foi anunciada primeiramente por Jesus (Marcos 16:15), “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura”.

Mary Sands Lee, Christian Science Sentinel, 7 de julho de 1956

Conheça melhor O Arauto e sua missão.