Skip to main content Skip to search Skip to header Skip to footer
Original para a Internet

A vida dos negros, a dos que usam uniforme azul, e a verdadeira vida de todos

DO Arauto da Ciência Cristã. Publicado on-line – 6 de setembro de 2021


Extrema direita? Partido de esquerda? Ou à sombra das asas de Deus? (ver Salmos 36:7) Se você pudesse selecionar apenas uma dessas opções para descrever seu posicionamento diante de questões polarizadas, qual delas você escolheria?

Quando já experimentamos a influência sanadora que emana do Amor divino, é natural que tenhamos uma compreensão cada vez maior sobre o que, com segurança, confiamos ao poder de cura que se encontra em Deus, e que abrange a humanidade, dando abrigo a todos e a cada um de nós. Esse poder divino, sem dúvida, às vezes se expressa por meio de ações políticas e mudanças de regulamentos. Mas quando diminuímos nossa lealdade às filosofias políticas, aumenta nossa disposição para buscar soluções para os problemas da sociedade a partir de um ponto de vista mais elevado. O apóstolo Paulo definiu isso desta forma: “(…as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas), anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo” (2 Coríntios 10:4, 5).

A Líder do movimento da Ciência Cristã, Mary Baker Eddy, descreveu várias maneiras pelas quais tal obediência à ideia-Cristo tem efeito prático. Aqui está um exemplo: “…aqueles que discernem a Ciência Cristã porão freio ao crime. Eles ajudarão a expulsar o erro. Manterão a lei e a ordem, e aguardarão com alegria a certeza da perfeição suprema” (Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, p. 97).

Assim se identifica a natureza do elemento mental, a base de todos os crimes. O que precisa ser espiritualmente discernido e expulso é o “erro”, ou seja, uma percepção equivocada da verdadeira natureza do existir. Começamos por vigiar nosso próprio pensamento, identificando e expulsando percepções baseadas na matéria, seja de nós mesmos, seja dos outros. Então o que é genuíno e verdadeiro, com relação a todos nós, cria raízes em nosso coração. Cada um de nós tem, e de fato verdadeiramente é, uma identidade puramente espiritual, expressando a natureza de Deus, que é o Princípio divino e o Amor. Intrinsecamente, é algo que todos sabemos.

Ceder a essa perspectiva nos inspira a discernir com mais profundidade os pensamentos e ações que realmente interessam, não só a uma pessoa, mas também a todas, por expressarmos o Amor; e nos leva ainda a compreender como o Cristo liberta a consciência para alcançarmos essa percepção. 

O Cristo é o poder de Deus, a ideia espiritual que transmite à consciência humana o fato de que Deus é o perfeito bem. Em vez de ficarmos com medo ou com raiva, obcecados com a criminalidade, podemos diligentemente discernir o poder do Cristo, o qual foi demonstrado de maneira tão cabal por Jesus como uma influência sempre presente que traz cura e transforma o caráter. O Cristo nos impele a identificar e rejeitar os pensamentos que alegam com arrogância que somos mortais não governados por Deus. E o Cristo revela a ideia mais elevada a respeito da lei e da ordem como o reino dos céus — o verdadeiro status do existir, no qual o Princípio que é o Amor, ou seja, o Amor que é o Princípio, é a única presença que está governando; e assim são completamente erradicadas a desonestidade, a vontade do ego e a agressividade. 

Esse status governado por Deus é a verdadeira vida de todos, na qual a lei de Deus mantém para sempre a harmoniosa e segura ordem divina do existir. Tendo essa consciência, ajudamos a garantir todas as ações corretas, incluindo o trabalho dos policiais, que fazem com que se cumpra a lei para proteger as comunidades contra atos criminosos. E os próprios policiais permanecem a salvo ao cumprir seu dever. Mas às vezes a ação policial se excede e transpõe a linha demarcatória entre a aplicação da lei e a ilegalidade do abuso de força. Esses casos também são crimes que uma perspectiva baseada na Ciência Cristã ajudará a controlar. 

Olhar para o mundo exterior sob a perspectiva de uma tendência, partido ou “asa” política pode nos impedir de ver que a vida de todos está sob a sombra das asas de Deus: tanto a vida dos membros da comunidade de afrodescendentes, em seus relacionamentos com os policiais, quanto a vida daqueles que, vestidos com o uniforme da polícia, estão cumprindo seu dever. Sob essas asas divinas, a segurança abrange a todos, porque não há fonte de perigo no bem infinito, que é Deus. 

Essa segurança na infinita presença de nosso Pai-Mãe Deus não é negada a nenhum de Seus filhos, e ninguém pode dela ser privado; nem por ser descendente de uma raça específica, nem por trabalhar em determinada profissão. Esse é o status eterno do verdadeiro existir, e é comprovado quando identificamos a nós mesmos e aos outros corretamente, de modo espiritual. Esforçando-nos com persistência para compreender o fato espiritual de que a vida é governada por Deus, e declarando essa verdade em oração, podemos ajudar nossas comunidades, reconhecendo uma segurança que inclui a todos, na qual ninguém é vulnerável.

Vigiar nossos pensamentos dessa forma também beneficia a nós mesmos, pois não podemos amar os outros sem curar nossa própria raiva, medo ou falta de esperança. Nas questões polarizadas, às vezes sentimos como se estivéssemos lutando contra pessoas, condições e políticas apartadas de nós próprios. Mas se deixarmos que esse tumulto mental seja levado cativo em obediência ao Cristo, tal modo de pensar se renderá à clara compreensão espiritual de que a Vida é Deus, e apoiará amorosamente a segurança de nosso próximo, de cada um e de todos. 

Tony Lobl 
Redator-Adjunto

TENHA ACESSO A MAIS ARTIGOS TÃO BONS COMO ESTE!

Bem-vindo ao Arauto-Online, o portal dO Arauto da Ciência Cristã. Esperamos que tenha gostado deste artigo que foi partilhado com você.

Para ter acesso total aos Arautos, ative sua conta usando seu número de assinante do Arauto impresso, ou assine JSH-Online ainda hoje!

More web articles

A Missão dO Arauto

“...para anunciar a atividade e disponibilidade universal da Verdade...”

— Mary Baker Eddy, The First Church of Christ, Scientist, and Miscellany p. 353 [A Primeira Igreja de Cristo, Cientista, e Outros Textos]

Conheça melhor O Arauto e sua missão.