Skip to main content Skip to search Skip to header Skip to footer
Original para a Internet

Para jovens

Plena segurança em uma região perigosa

DO Arauto da Ciência Cristã. Publicado on-line – 4 de outubro de 2021


Durante toda a minha vida, morei em Lima, no Peru e realmente gosto muito dessa cidade, que tem lindos parques, praças, praias e outros lugares divertidos. No entanto, tal como muitas cidades no mundo, Lima também tem locais que podem ser bem perigosos. Durante a maior parte do ensino médio, eu nunca havia tido ocasião de ir a algumas dessas áreas da cidade. Mas isso estava prestes a mudar.

Um dia, o professor de história nos deu um projeto para ser feito em equipe. Três dos meus amigos e eu decidimos trabalhar juntos e um deles disse que podíamos ir à sua casa para elaborarmos esse trabalho depois da escola. Estávamos muito animados por ir pela primeira vez à casa desse colega. Entretanto, não ocorreu a nenhum de nós perguntar onde ele morava.

Depois da escola, nós três pegamos um ônibus para ir à casa dele. Quando chegamos, percebi que estávamos em um bairro em que eu nunca havia estado, o qual era considerado perigoso devido a altos níveis de criminalidade. Mas não permiti que esses pensamentos desviassem minha atenção daquilo que era importante, ou seja, terminar nosso projeto.

Acabamos em cerca de duas horas, e a essa altura já era muito tarde. Então perguntei ao meu amigo onde ficava o ponto de ônibus para eu voltar para casa, e ele me disse que ficava a quatro quarteirões dali.

Meus outros amigos voltaram por caminho diferente, por isso saí sozinho para caminhar por aqueles quatro quarteirões. A rua não era muito bonita, e várias das construções não estavam em bom estado de conservação. Eu poderia ter sentido certo desconforto, afinal, sabia qual era a reputação do bairro. No entanto, nesse momento eu me lembrei desta passagem da Bíblia, que me ajudou a superar diversos desafios ao longo da vida: “Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom…” (Gênesis 1:31).

Parei por um minuto e orei com essa passagem. Pensei no fato de que todos nós somos a criação de Deus, portanto, não podemos prejudicar-nos uns aos outros, pois Deus nos criou para ser bons e fazer o bem, não o mal. Também me lembrei de algo que aprendera na Escola Dominical da Ciência Cristã, ou seja, de que Deus está sempre cuidando de nós. Deus é o Amor, e jamais podemos estar separados do Amor. Por isso, estamos sempre protegidos. Todos esses inspiradores pensamentos me fizeram sentir seguro, e então comecei a andar em direção ao ponto do ônibus. Lá cheguei muito calmo, peguei o primeiro ônibus que veio e voltei para casa a salvo e feliz.

Essa experiência ensinou-me que não importa onde nos encontremos, o Amor divino é para nós uma proteção constante, e podemos ver a criação do Amor, que é “muito boa”, em toda parte. Compreender esse fato espiritual erradica o medo, nos faz sentir confiantes e nos mantém seguros.

TENHA ACESSO A MAIS ARTIGOS TÃO BONS COMO ESTE!

Bem-vindo ao Arauto-Online, o portal dO Arauto da Ciência Cristã. Esperamos que tenha gostado deste artigo que foi partilhado com você.

Para ter acesso total aos Arautos, ative sua conta usando seu número de assinante do Arauto impresso, ou assine JSH-Online ainda hoje!

More web articles

A Missão dO Arauto

“...para anunciar a atividade e disponibilidade universal da Verdade...”

— Mary Baker Eddy, The First Church of Christ, Scientist, and Miscellany p. 353 [A Primeira Igreja de Cristo, Cientista, e Outros Textos]

Conheça melhor O Arauto e sua missão.