Skip to main content Skip to search Skip to header Skip to footer
Original para a Internet

O abraço sanador da Oração do Senhor

Da edição de novembro de 2022 dO Arauto da Ciência Cristã

Publicado anteriormente como um original para a Internet em 28 de julho de 2022.


Assim como um raio de luz brilha suavemente com o sol, porque são um só na existência, assim também a oração, por meio da graça, mostra que somos uma só existência com nossa fonte, nosso Pai-Mãe Deus. Essa comunhão pode se manifestar como uma simples abertura silenciosa de nosso coração à presença do Amor, assim como uma criança que se aconchega nos braços amorosos dos pais e encontra a paz.

A oração abrange não apenas nosso vínculo indissolúvel com Deus, mas também nossa conexão direta com a lei de Deus, a lei que sempre proporciona tudo de que precisamos para nosso bem-estar. A oração confirma que não somos nós que nos governamos, mas estamos em concordância com a única lei todo-poderosa. De fato, cada um de nós é o reflexo da lei de Deus, a própria expressão da vontade amorosa de Deus, o bem.

A oração que se baseia em nossa unidade com a lei da harmonia de Deus pode transformar a situação humana. Por quê? Porque nossa experiência é a exteriorização de nosso pensamento, por isso o aprimoramento da consciência aprimora nossa experiência. A oração não altera a realidade; em vez disso, revela o que de fato é real. Estar consciente da realidade é oração atendida.

Por isso, quando passamos por algo em nossa vida, algo que sugere que estamos desconectados da lei divina do bem — seja medo, doença, pecado ou escassez — a oração afirma nosso alinhamento consciente e imutável com a lei de Deus, nossa posição divina e nosso direito de dar testemunho daquilo que é verdadeiro. A consciência do que é verdadeiro não deixa espaço para a crença em qualquer coisa que não seja de Deus. E se algo não está no pensamento, não está em nossa vida.

O Cristo é a influência divina que eleva e transforma a consciência humana, e a conduz a existir segundo os moldes da consciência divina. A Descobridora e Fundadora da Ciência Cristã, Mary Baker Eddy, escreve: “Quando o Cristo transforma uma crença de ‎‎pecado ou de enfermidade em uma crença melhor, então a crença se dissolve na compreensão espiritual, e o pecado, a doença e a morte desaparecem” (Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, p. 442).

A mensagem divina, ou seja, o Cristo, que Jesus viveu e demonstrou, é exemplificada na Oração do Senhor, a qual nos convida a compreender que Deus é tudo, é a ordem divina de todas as coisas, e nos leva a incluir tudo em um único afeto. A oração é imparcial, inclusiva e universal, pois diz: “nosso”, “a nós” e “nós”.

Em Ciência e Saúde, a Sra. Eddy diz que a Oração do Senhor “é a oração da Alma, não do senso material” (p. 14), que “abrange todas as necessidades humanas” (p. 16), e nos dá também o senso espiritual de cada verso (ver pp. 16–17). Gosto muito de estudar essa oração, uma linha de cada vez, e refletir profundamente para ver como posso aplicar essas ideias em minha vida.

A Oração do Senhor inicia com afirmações da realidade do existir. Afirmar é dizer “Sim!” à Verdade. A primeira afirmação declara corretamente qual é a fonte de nosso existir:

Pai nosso, que estás nos céus,

Nosso Pai-Mãe Deus, todo-harmonioso,

Como um pássaro que tem filhotes e os contempla ternamente, nosso amoroso Pai-Mãe envolve a todos nós em uma família universal, coexistindo em harmonia celestial. Nossa origem, sendo espiritual, nossa herança é a semelhança de Deus em beleza, no bem e em imortalidade. Nossa individualidade está formada e completa com um propósito, pois inclui a ternura, a graça e o carinho da maternidade de Deus, bem como a força, a inteligência e a ordem de Sua paternidade. A realidade espiritual é que nossa fonte divina faz com que sejamos para sempre saudáveis e tenhamos capacidades infinitas para fazer o bem!

Santificado seja o Teu nome;

Adorável Um e Uno;

Como é maravilhoso afirmar o nome e a natureza de Deus, que Ciência e Saúde define nos sinônimos Mente, Espírito, Alma, Vida, Verdade, Amor, Princípio, incluindo todas os atributos que lhes pertencem. Visto que Deus e o homem são um no existir, mas que se distinguem um do outro, assim como um raio de luz é um com o sol, o homem inerentemente expressa a natureza divina de maneira plena e constante. À luz do sol e na santidade de nossa natureza espiritual não há nuvens de raiva, egoísmo ou outros pecados, nem de doença.

Venha o Teu reino,

O Teu reino já veio; Tu estás sempre presente.

Como é libertador afirmarmos que o reino da harmonia de Deus já está aqui e está sempre-presente! A palavra reino indica um governador supremo e inclui a jurisdição, o poder de aplicar a lei. A ação da lei de Deus sustenta a harmonia ininterrupta e eterna do homem e do universo e, portanto, impede e exclui qualquer lei material aparente ou ação desordenada de doença, acidente ou injustiça. A ação da lei divina reina em todo o universo infinito de Deus, dentro do qual florescemos tranquilamente com energia, justiça e graça divinas.

Em seguida na oração estão as petições — pedidos de que nos sejam dados compreensão espiritual, suprimento diário, perdão, e de sermos libertados da tentação e do mal. Existe uma bela conexão que mostra como essas petições são atendidas, e essa conexão flui nas afirmações que as acompanham.

Faça-se a Tua vontade, assim na terra como no céu;

Faz-nos saber que — como no céu, assim também na terra — Deus é onipotente, supremo.

Essa humilde petição busca compreender que a vontade de Deus é universalmente feita. Por meio desse trabalho de cura, Cristo Jesus mostrou claramente que a saúde, a harmonia, a abundância, a produtividade e a vida eterna são a vontade e o propósito de Deus para todos. Isso remove o medo e a incerteza, pois o plano de Deus, de que o bem é inesgotável, já está concretizado. Como uma semente que já inclui o projeto completo para sua fruição, somos uma ideia completa de Deus, e somente pode se desdobrar aquilo que Deus projetou. Por isso, podemos ter a certeza de que nenhum esboço humano, opinião ou veredicto médico pode substituir o cumprimento da vontade universal de Deus, de bem-estar garantido para todos.

O pão nosso de cada dia dá-nos hoje;

Dá-nos graça para hoje; alimenta os afetos famintos;

Deus, sendo nosso Pai-Mãe, naturalmente alimenta Seus filhos com o pão celestial da Vida, que nos supre de tudo aquilo de que necessitamos para nosso bem-estar, hoje e para sempre. Esse alimento divino evidencia a graça de Deus, a dádiva abundante de nosso terno Pai-Mãe, fazendo com que todos prosperem. De fato, esse pão é o oposto do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, que resulta em mortalidade. Quem se alimentar desse pão nunca terá fome nem sede, mas será sustentado para sempre, como Cristo Jesus prometeu (ver João 6:35).

E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores;

E o Amor se reflete em amor;

Visto que nossa natureza expressa a natureza adorável e santificada de Deus, é natural que todos nós expressemos amor. Então, nossa única dívida é amar nosso próximo, homens e mulheres, como eles realmente são. Ao recusar-nos a aceitar a história mortal de qualquer pessoa e ao reconhecer apenas sua individualidade perfeita e divina, abrimos a porta para que o perdão do Amor flua em nossa vida. Aí encontramos o Amor que nunca perde de vista a pureza e a santidade divinamente outorgadas a cada um de nós.

E não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal;

E Deus não nos deixa cair em tentação, mas livra-nos do pecado, da doença e da morte.

Aqui encontramos duas petições: a primeira, para que fiquemos livres da tentação. O reino de Deus e o governo de Sua lei são universais, por isso a tentação de nos desviarmos da lei divina é impossível, pois essa tentação não tem origem em Deus. É impossível que sejamos tentados ou influenciados erroneamente, pois a lei de Deus está sempre em ação, fazendo com que cada um de nós esteja em pleno e eterno alinhamento com a harmonia divina. O reino de Deus já veio e está dentro de nós, impelindo-nos a expressar incansavelmente a sabedoria e o bem.

A segunda petição é para que sejamos libertados do mal. Visto que a vontade de Deus é o bem universal e já está feita, é impossível que o mal, sob qualquer forma, exista, incluindo pecado, doença e morte. A vontade de Deus, de que haja pureza, saúde e vida eterna, se desdobra para todos nós no cumprimento de nosso destino divino.

Pois Teu é o reino, o poder e a glória para sempre.

Pois Deus é infinito, todo o poder, toda a Vida, toda a Verdade, todo o Amor; está acima de tudo, e é Tudo.

Completando o círculo, a oração conclui com o governo eterno, o poder e a irradiação da glória de Deus que preenche o universo. A Vida infinita, a Verdade, o Amor, mantêm tudo em um existir infinito e harmonioso.

A Sra. Eddy escreve: “Só à medida que nos elevamos acima de tudo aquilo que se fundamenta nos sentidos materiais e acima de todo pecado, podemos alcançar a aspiração celestial e a consciência espiritual que é indicada na Oração do Senhor e que instantaneamente cura os doentes” (Ciência e Saúde, p. 16). Quando oramos tendo como base a Oração do Senhor, com essa clareza cristã científica, recebemos nova inspiração, que atende à necessidade humana e cura instantaneamente.

Uma senhora muito amiga pediu-me para orar por ela, pois tinha um tumor grande no abdômen. Vislumbrei a mensagem divina da Oração do Senhor, especialmente a onipresença do reino dos céus, e isso fez despertar em meu pensamento a ideia de que a única substância no reino era o Espírito e era espiritual. Esse fato tornava desnecessário extrair um tumor, pois não havia tal substância no reino que reinava dentro dela. No dia seguinte, ela relatou que estava curada, pois o tumor havia desaparecido durante a noite. Não muito tempo depois, vi essa senhora em uma reunião da igreja e ela estava completamente livre e radiante, em plena saúde.

Embora a Oração do Senhor tenha sido dada há dois mil anos, ainda hoje sua mensagem continua a fluir a cada coração, cobrindo todas as necessidades humanas e envolvendo toda a humanidade com as bênçãos ilimitadas do Cristo atuante e sanador!

TENHA ACESSO A MAIS ARTIGOS TÃO BONS COMO ESTE!

Bem-vindo ao Arauto-Online, o portal dO Arauto da Ciência Cristã. Esperamos que tenha gostado deste artigo que foi partilhado com você.

Para ter acesso total aos Arautos, ative sua conta usando seu número de assinante do Arauto impresso, ou assine JSH-Online ainda hoje!

More in this issue / novembro de 2022

A Missão dO Arauto da Ciência Cristã 

“...anunciar a atividade e disponibilidade universal da Verdade...”

Mary Baker Eddy, The First Church of Christ, Scientist, and Miscellany [A Primeira Igreja de Cristo, Cientista, e Outros Textos], p. 353

Conheça melhor O Arauto da Ciência Cristã  e sua missão.