Skip to main content Skip to search Skip to header Skip to footer
Original para a Internet

Para crianças

Você pode acolher um anjo!

Da edição de julho de 2018 dO Arauto da Ciência Cristã

Publicado anteriormente como um original para a Internet em 21 de maio de 2018.


Quando eu era pequena, gostava muito da hora de ir dormir. Mamãe lia uma história para mim e meu irmão, eu me enroscava na cama, segura e aconchegada, e caía no sono.

Mas às vezes, depois de dormir um pouco, eu acordava. Embora com os olhos bem abertos, eu não podia ver nada porque estava muito escuro. Mas eu não ficava com medo, pois sabia que meus pais estavam dormindo no quarto no fim do corredor.

Eu sabia que não podia sair para brincar. Meus pais poderiam acordar e ficar sem saber aonde eu tinha ido. Também não podia ler meus livros, porque estava muito escuro. Nem brincar com meus brinquedos, pois eram muito barulhentos! Eu tinha de ficar ali mesmo na cama quentinha. Mas eu estava sem sono! O que eu podia fazer?

Então, certa vez me lembrei de uma coisa que tinha aprendido na Escola Dominical da Ciência Cristã. Eu podia segurar um anjo!

Segurar um anjo? Parece cômico, mas os anjos não são difíceis de segurar. Não precisamos de uma luva especial, como quando jogamos beisebol. Nem de uma rede, como quando vamos pescar. Por quê? 

Porque os anjos não são criaturas brilhantes com asas cheias de penas. Se fosse assim, seria difícil segurar, ou acolher, um anjo. Mas o que são anjos, afinal?

Na Escola Dominical estudamos a Bíblia e o livro Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, de Mary Baker Eddy. Nesse livro, ela escreve: “Os anjos são pensamentos puros que emanam de Deus, alados com a Verdade e o Amor...” (p. 298).

Ali mesmo, na cama, fiquei pensando em que acolher anjos era, na verdade, ser receptiva aos bons pensamentos vindos de Deus. Mas como seriam esses anjos-pensamentos? Por virem de Deus, que é o Amor, eles têm de ser exatamente como o Amor. Pensei no amor que Deus tem por mim. Isso me fez sorrir. Também me senti calma e feliz. Essa sensação gostosa me fez perceber que eu havia acolhido um anjo, ou seja, um pensamento puro vindo diretamente de Deus.

Então, silenciosamente, perguntei a Deus se Ele estava comigo. Imediatamente me senti em paz, feliz e especialmente amada. Eu havia acolhido mais anjos! Aqueles pensamentos estavam comigo bem ali no meio da escuridão da noite. Eles me responderam que sim, Deus está exatamente onde você está, sempre! 

No dia seguinte, eu estava lá fora brincando e sabe o que aconteceu? Acolhi mais alguns anjos enquanto estava no balanço, no quintal. “Claro!” Pensei: Como Deus está em toda parte, aqueles anjos bons vindos de Deus também tinham de estar em todo lugar. Eles estão comigo quando estou dormindo ou acordada, exatamente como Deus também está comigo! Eles estão comigo em meio à escuridão da noite, ou no meio do dia luminoso e ensolarado, exatamente como Deus também está! Ao pensar assim, novamente me senti toda feliz e amada!

Eu acolhia anjos quando era garotinha, e ainda os acolho agora, embora já seja adulta. As mensagens angelicais vindas de Deus estão aqui e acolá, e em todo lugar. Posso acolher anjos, e você também pode!

TENHA ACESSO A MAIS ARTIGOS TÃO BONS COMO ESTE!

Bem-vindo ao Arauto-Online, o portal dO Arauto da Ciência Cristã. Esperamos que tenha gostado deste artigo que foi partilhado com você.

Para ter acesso total aos Arautos, ative sua conta usando seu número de assinante do Arauto impresso, ou assine JSH-Online ainda hoje!

More in this issue / julho de 2018

A Missão dO Arauto

“...para anunciar a atividade e disponibilidade universal da Verdade...”

— Mary Baker Eddy, The First Church of Christ, Scientist, and Miscellany p. 353 [A Primeira Igreja de Cristo, Cientista, e Outros Textos]

Conheça melhor O Arauto e sua missão.