Skip to main content Skip to search Skip to header Skip to footer

Curada durante a pandemia da gripe suína

Da edição de setembro de 2020 dO Arauto da Ciência Cristã


Há cerca de dez anos, o surto da gripe suína ou H1N1 estava em todos os noticiários. Um dia, de repente, eu não me senti bem. Como estudante, era obrigatório fazer o teste para ver se eu estava com essa doença, devido à natureza dos sintomas que estava sentindo. O teste deu positivo para a gripe suína.

Segui o protocolo que me deram, ficando sozinha por algum tempo. Durante esse período em que fiquei isolada, percebi que tinha uma escolha, ou seja, poderia ficar mentalmente perturbada ou orar a respeito. Eu já vivenciara anteriormente o quanto é proveitoso, calmo e sanador volver-me a Deus, portanto, fiz essa escolha.

Não se tratava de pensamento positivo, nem de uma oração obstinada. Era ouvir com humildade, ter o desejo de compreender e aceitar o que eu aprendera na Ciência Cristã sobre a natureza de Deus como todo o bem. Com essa perspectiva, compreendi que Deus criou cada um de nós, Seus filhos, como a própria expressão do bem divino.

Esse bem não nos pode ser tirado, e nenhum mal pode influir na criação espiritual de Deus, pois Deus é tudo, a causa única, o poder verdadeiro. A Bíblia diz: “Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom…” (Gênesis 1:31) e “Sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe pode acrescentar e nada lhe tirar…” (Eclesiastes 3:14).

Em tempos de tribulação, pode parecer desafiador aceitar qualquer conceito de que Deus tenha criado tudo, e tudo imutavelmente bom. Mas, a Bíblia também contém estas palavras de Cristo Jesus, que nos encorajam: “…está próximo o reino dos céus” (Mateus 4:17).

Isso aponta para a ideia de que existe o bem, e que o bem está acontecendo agora mesmo, a todo momento. É importante deixar que esse bem espiritual se expanda em nosso pensamento, em vez de nos concentrarmos somente nas coisas ruins que nos amedrontam. Como criação de Deus, fomos feitos livres do medo. Quando surgem situações ameaçadoras, podemos afirmar essas ideias verdadeiras a nosso respeito e permitir que o amor sanador de Deus nos traga o conforto e a paz que nos vêm quando cedemos ao que é espiritualmente verdadeiro.

Essa foi a essência de como eu orei, e logo senti a paz e o conforto vindos de Deus, dissipando o medo. Os sintomas desapareceram mais rapidamente do que se esperava, e não retornaram.

Quando a doença parece prevalecer, muitas vezes ficamos mentalmente presos a pensamentos tais como: “E se…?” O que realmente ajuda é afirmar os fatos espirituais sobre a verdadeira identidade de todos, eternamente protegidos por Deus, como filhos de Deus. Essa verdade, aplicada na oração, traz maravilhosos benefícios, pois ela acalma o medo, protege e cura. Foi isso que eu vivenciei. A oração de calmamente ouvir a inspiração de Deus eliminou o medo e a inquietação mental. Percebi que eu podia ficar tranquila na tribulação e vivenciar a cura.

Não é necessário passarmos por situações amedrontadoras para saber que estamos seguros em Deus. Mas, qualquer que seja a circunstância, todos nós podemos nos volver a Ele e sentir essa liberdade. Deus está aqui conosco, hoje e todos os dias.

Elaina Simpson
Bethesda, Maryland, EUA 

TENHA ACESSO A MAIS ARTIGOS TÃO BONS COMO ESTE!

Bem-vindo ao Arauto-Online, o portal dO Arauto da Ciência Cristã. Esperamos que tenha gostado deste artigo que foi partilhado com você.

Para ter acesso total aos Arautos, ative sua conta usando seu número de assinante do Arauto impresso, ou assine JSH-Online ainda hoje!

More in this issue / setembro de 2020

A Missão dO Arauto da Ciência Cristã 

“...anunciar a atividade e disponibilidade universal da Verdade...”

Mary Baker Eddy, The First Church of Christ, Scientist, and Miscellany [A Primeira Igreja de Cristo, Cientista, e Outros Textos], p. 353

Conheça melhor O Arauto da Ciência Cristã  e sua missão.