Skip to main content
Original para a Internet

Fui curada de Asma

Da edição de novembro de 2017 dO Arauto da Ciência Cristã

Publicado anteriormente como um original para a Internet em 14 de setembro de 2017.

Adding Bookmark

Favorito arquivado



Bookmarks Loading
Bookmarks Loading

Durante o segundo grau, na escola, eu tinha asma e dificuldade de respirar toda vez que me encontrava em algum lugar diferente. Meus pais e uma Praticista da Ciência Cristã me davam apoio por meio da oração, e eu tinha confiança em que seria curada.

Quando o problema ocorria, eu muitas vezes melhorava ao pensar a respeito deste verso do Hinário da Ciência Cristã: “Amor, em Ti vivemos nós, em Ti respira o ser,” (No. 144, adapt. © CSBD). Para mim, isso significava que minha saúde não era subordinada ao local onde eu estivesse, porque em vez de estar sujeita a condições ambientais terrenas, que poderiam mudar de boas a ruins, eu vivia constantemente na atmosfera espiritual de Deus, a qual é calma, imutável e livre de interferências.

Eu orava também com esta citação do livro Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, de Mary Baker Eddy: “Revestido com a armadura do Amor, tu não podes ser atingido pelo ódio humano.” (p. 571). No lugar de “ódio” humano, eu pensava: condições humanas, condições ambientais. Mudança do vento, novos animais de estimação, excesso de atividades, estação do ano, ou minha localização, não eram fatores que pudessem afetar uma ideia espiritual como eu realmente era. Nem causa e efeito terrenos, nem crença material ou medo poderiam me atingir, porque eu estava abrigada no porto seguro do amor e cuidado de Deus. Essas ideias sempre trouxeram alívio instantâneo mas, como o problema voltava, dei-me conta de que, para uma cura completa, eu precisava de um entendimento espiritual mais profundo.

 Uma noite, durante as férias de verão, eu estava respirando com dificuldade. Eu sempre fui Cientista Cristã, e sempre fui curada por alcançar um entendimento melhor de que Deus nos fez à Sua imagem, e de que Ele nos vê perfeitos e completos. Mas naquele momento eu não estava pensando com muita clareza, e pedi ajuda a uma praticista da Ciência Cristã, porque precisava de mais apoio por meio da oração.

A praticista leu para mim esta citação: “…a Ciência não conhece nenhum desvio da harmonia nem retorno à harmonia…” (Ciência e Saúde, p. 471). Essa ideia fez com que a realidade spiritual da situação se tornasse mais clara para mim. Se Deus não conhece nenhum ambiente fora da harmonia, então esse não existe. Como filhos de Deus, não somos pêndulos balançando entre a saúde e a doença, mas existimos em perfeita e espiritual harmonia com Deus. Uma coisa que Deus não fez, não conhece, nem vê—não pode existir e não pode ser a verdade a respeito dos filhos dEle. Deus criou apenas a perfeição, conhece somente a paz, e vê unicamente a harmonia para toda a criação, na qual estou incluída. 

A cura aconteceu imediatamente. Eu não tinha procurado orar para conseguir respirar melhor; em vez disso havia orado para entender que Deus me fez. E quando vi a mim mesma espiritualmente—do modo perfeito como Deus me criou—eu fiquei calma e pude respirar normalmente. Essa cura aconteceu há catorze anos e tem sido permanente. 

Eu sou muito grata pela Ciência Cristã e por essa demonstração, que fortaleceu minha fé e entendimento a respeito de Deus. Como diz a Bíblia, “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros...” (Tiago 4:8).

Amber Hawks Schaberg
Monróvia, Califórnia, EUA

Publicado anteriormente como um original para a Internet em 14 de setembro de 2017.

TENHA ACESSO A MAIS ARTIGOS TÃO BONS COMO ESTE!

Bem-vindo ao Arauto-Online, o portal dO Arauto da Ciência Cristã. Esperamos que tenha gostado deste artigo que foi partilhado com você.

Para ter acesso total aos Arautos, ative sua conta usando seu número de assinante do Arauto impresso, ou assine JSH-Online ainda hoje!


A Missão dO Arauto

Em 1903, Mary Baker Eddy estabeleceu O Arauto da Ciência Cristã. Seu propósito: "...para anunciar a atividade e disponibilidade universal da Verdade". A definição de “arauto”, conforme consta de um dicionário: “precursor, um mensageiro enviado com antecedência para anunciar a proximidade daquilo que está por vir”, proporciona um significado especial ao nome Arauto, além de destacar a obrigação de cada um de nós, a de nos certificarmos de que nossos Arautos cumpram sua incumbência, uma incumbência que é inseparável do Cristo e que foi anunciada primeiramente por Jesus (Marcos 16:15), “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura”.

Mary Sands Lee, Christian Science Sentinel, 7 de julho de 1956

Conheça melhor O Arauto e sua missão.