Skip to main content Skip to search Skip to header Skip to footer
Original para a Internet

Cura de inflamação nas mãos

DO Arauto da Ciência Cristã. Publicado on-line – 10 de maio de 2021


Conheci a Ciência Cristã por intermédio de minha tia e comecei a frequentar a Escola Dominical na Sociedade da Ciência Cristã de Chandigar, na Índia. Ali aprendi a ter consciência de minha conexão indestrutível com Deus e a superar os desafios da vida. Gostaria de contar uma cura que ocorreu em dezembro de 2019, alguns meses antes de eu completar vinte anos e parar de ir à Escola Dominical.

Um dia, apareceu um pequeno inchaço em minhas mãos. Simplesmente o ignorei. Três dias depois, fui a outra cidade com minha família, em viagem de férias. No dia seguinte ao da nossa chegada, o inchaço nos dedos tinha aumentado e apareceu uma vermelhidão e também dor. Era difícil até mesmo dobrar os dedos.

Minha mãe teve medo de que eu estivesse com uma infecção. Mas ela também é estudante da Ciência Cristã, portanto, apoiou minha escolha de recorrer a essa forma de tratamento metafísico. 

Telefonei para uma praticista da Ciência Cristã, que afetuosamente concordou em orar por mim. Ela me disse para compreender que não sou feita de carne, sangue e ossos mas, ao contrário, sou puramente espiritual. Também me indicou uma passagem do livro Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, de autoria Mary Baker Eddy, que diz: “O instinto é melhor do que a razão mal orientada, como mostra a própria natureza. A violeta ergue os olhos azuis para saudar o começo da primavera. Na natureza as folhas batem palmas como infatigáveis adoradoras. O pássaro das neves canta e voa em meio às rajadas de vento; ele não fica com catarro por ter molhado os pés, e arranja uma residência de verão com mais facilidade do que um nababo. A atmosfera da terra, mais benigna do que a atmosfera da mente mortal, deixa o catarro para esta última. Os resfriados, a tosse e o contágio são engendrados unicamente por teorias humanas” (p. 220).

Isso me ajudou a entender que as condições climáticas, que eu pensara pudessem ser a causa da inflamação, não podiam ter nenhum efeito sobre nós. A praticista também falou a respeito de Cristo Jesus, pois ele nasceu em um estábulo, ficou deitado em uma manjedoura, e permaneceu perfeito sem nenhuma infecção. Tal como o menino Jesus, refletimos a perfeição de Deus, livres de qualquer espécie de infecção ou mal. A praticista também recomendou que eu não ficasse verificando os sintomas ao longo do dia. Ao compreender isso, não olhei nem pensei em minhas mãos, e aproveitei o dia com minha família.

Naquela noite, pude mover os dedos e não sentia nenhuma dor, embora ainda houvesse um pouco de inchaço e vermelhidão. A praticista lembrou-me deste verso de um hino do Hinário da Ciência Cristã: “O Amor é quem governa / Em nosso coração” (Margaret Glenn Matters, 221, trad. © CSBD), e falamos sobre o que significa estar tudo sob o doce governo do Amor.

No dia seguinte, percebi uma grande melhora. Um dia depois, minhas mãos estavam completamente curadas e aquele problema não retornou mais.

Agradeço a Deus por essa cura. Sou grata também à praticista por sua ajuda em oração. Também agradeço aos meus professores da Escola Dominical, pois graças a eles sei que Deus nos ajuda em todas as situações.

Ishita Chopra
Mohali, Punjab, Índia

More web articles

A Missão dO Arauto

“...para anunciar a atividade e disponibilidade universal da Verdade...”

— Mary Baker Eddy, The First Church of Christ, Scientist, and Miscellany p. 353 [A Primeira Igreja de Cristo, Cientista, e Outros Textos]

Conheça melhor O Arauto e sua missão.