Skip to main content Skip to search Skip to header Skip to footer
Original para a Internet

Cura de dor no pulmão

DO Arauto da Ciência Cristã. Publicado on-line – 4 de outubro de 2021


Durante o verão de 2020, meu namorado e eu nadamos ao redor da Ilha Mercer, em Washington, em segmentos de um e meio a três quilômetros. Foi um esforço muito agradável, pois passamos juntos muitos dias ensolarados e progredimos em nos sentirmos cada vez mais confiantes dentro da água. 

Em uma nadada, no entanto, senti uma dor aguda em um dos pulmões. Era extenuante e notei que cada vez que dava uma braçada, eu estremecia de dor. Meu namorado pacientemente me ajudou a flutuar só movendo os pés, rumo ao nosso ponto de saída, e me levou de volta para casa. 

A dor havia diminuído bastante quando lá cheguei, mas voltava ocasionalmente, quando eu respirava fundo. Havíamos planejado nadar muito no dia seguinte, em um dos nossos maiores segmentos. Eu senti que necessitava me voltar a Deus naquele momento de dificuldade.

Ao reler a Lição Bíblica daquela semana, do Livrete Trimestral da Ciência Cristã, percebi que aparecia muitas vezes a frase “louvado seja o Senhor”, ou algo semelhante. Depois de contemplar as ideias que apareciam na Lição, tive de admitir que meus motivos para completar esse projeto de natação haviam se desviado. Em vez de ter a natação como uma oportunidade de louvar a Deus e expressar a Vida divina ilimitada, a alegria incessante e a humildade genuína, eu estava nadando para impressionar as pessoas e provar o quanto eu podia realizar. Isso precisava ser corrigido. 

Uma mudança mental para além da vontade pessoal e do ego logo me trouxe um profundo senso de paz e me livrou de todo o medo. Meu único dever era louvar ao Senhor! Com esses pensamentos, adormeci sem problema naquela noite.

Na manhã seguinte, consegui assistir ao culto da igreja, on-line, e tive a oportunidade de ponderar uma vez mais as ideias apresentadas na Lição Bíblica daquela semana. Notei de novo a importância de celebrar e reconhecer a Deus em tudo o que faço, certa de que isso era o que estava sendo exigido de mim.

O culto terminou com o Hino 218 do Hinário da Ciência Cristã, e esta estrofe se destacou para mim: 

Mais livre o passo e o respirar,
Mais ampla a vista e o porvir,
Na Vida a morte nunca está,
A Vida tudo novo faz.
(Samuel Longfellow, trad. © CSBD,)

Logo após o culto, segui em frente com o meu plano de nadar, com o senso mais completo da vida em Deus, a liberdade da Verdade, o passo mais livre e a respiração mais plena. Mantendo essas ideias comigo, nadei com total alegria naquele dia. Na verdade, acabou sendo aquele o segmento de que mais gostei, de todo o verão. O sol parecia brilhar ainda mais, o mar estava completamente sereno, e eu lá estava para louvar a Deus.

Até o final do verão daquele ano, e durante toda a temporada de natação de 2021, não houve retorno da dor. Sou muito grata por aquela suave indicação de que eu devia verificar meus motivos e manter sempre em mente o mais elevado pensamento a respeito de Deus.

Isabel Jamerson
Mercer Island, Washington, USA

More web articles

A Missão dO Arauto

“...para anunciar a atividade e disponibilidade universal da Verdade...”

— Mary Baker Eddy, The First Church of Christ, Scientist, and Miscellany p. 353 [A Primeira Igreja de Cristo, Cientista, e Outros Textos]

Conheça melhor O Arauto e sua missão.