Skip to main content Skip to search Skip to header Skip to footer
Original para a Internet

As soluções de Deus

DO Arauto da Ciência Cristã. Publicado on-line – 15 de agosto de 2022


No livro-texto da Ciência Cristã, Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, Mary Baker Eddy explica: “Só reconhecendo a supremacia do Espírito, que anula as alegações da matéria, é que os mortais podem se desfazer da mortalidade e encontrar o vínculo espiritual indissolúvel, que estabelece o homem para sempre na semelhança divina, inseparável de seu Criador” (p. 491).

Podemos nos perguntar, Quais são as “alegações da matéria” que o Espírito, Deus, anula, revelando nossa verdadeira natureza como filhos de Deus? Elas só podem ser alguma coisa que sugira que exista vida e inteligência na matéria, tais como a doença, a deficiência ou a insatisfação — em suma, todas as formas de limitação.

Quando somos confrontados com um problema ou uma situação delicada, o reconhecimento sincero e profundo de que Deus, o Espírito, governa todo o universo de maneira suprema, perfeita e harmoniosa nos liberta da limitação, trazendo à luz soluções apropriadas. Mas quais são as características dessas soluções — são elas limitadas, temporárias, não confiáveis? De modo algum!

Ao longo de minha vida como estudante da Escola Dominical da Ciência Cristã, sempre me empenhei por ter uma compreensão melhor das histórias bíblicas. Cada uma tem pequenos tesouros que nos revelam, passo a passo, a verdadeira natureza de nosso Pai-Mãe Deus.

Uma vez, foi a história de um homem chamado José que realmente me chamou a atenção. Ao lê-la, dei-me conta de algo novo para mim, tão original que realmente encheu meu coração de gratidão a Deus.

Quando chamado a interpretar um sonho que o Faraó tivera, José humildemente admitiu: “…Não está isso em mim; mas Deus dará resposta favorável a Faraó” (Gênesis 41:16). Dessa forma, José reconheceu a supremacia do Espírito, a Mente. É Deus quem cria em nós o desejar e o fazer o bem, e nos dá a inteligência para lidar com qualquer tipo de situação. Recorrendo a Deus, José livrou-se de um senso pessoal de responsabilidade para decifrar o sonho, e deixou que Deus o guiasse.

O que mais me surpreendeu foi a resposta que Deus deu ao Faraó por meio de José. José não se limitou a simplesmente interpretar o sonho. Pelo contrário, ele ofereceu uma solução, que salvou da fome as pessoas de muitas nações. Suas respostas e ações impelidas por Deus evitaram os efeitos terríveis de uma fome que viria a acontecer no futuro.

Ponderando sobre isso, podemos perceber que as soluções dadas por Deus nunca nos abandonam no meio do caminho. As soluções divinamente inspiradas estão muito longe de serem limitadas e não confiáveis. Em vez disso, são eficazes e preventivas, e refletem plenamente a natureza de Deus, que é o próprio bem.

Deus é onipotente, e o que Ele dá reflete a onipotência de modo exato. Quer estejamos fazendo um exame, passando mal, ou enfrentando outro tipo de problema, Deus está sempre enviando inspiração sanadora para cada um de nós. Essa inspiração é sempre completa e plena. E até nos equipa para lidar com situações que no momento nos parecem ocultas. Não há área da vida em que a ajuda de Deus seja ineficaz.

Esse poder do Espírito também nos revela que já temos, antecipadamente, tudo o que é necessário para superar a situação que estamos enfrentando. Não importa a natureza do problema, temos a habilidade e a capacidade de encontrar soluções poderosas.

E tudo isso é porque as soluções divinas emanam da realidade de nossa relação com Deus — que é a do Princípio divino e sua ideia, o Pai divino e Sua criação espiritual. Mary Baker Eddy, a Descobridora, Fundadora e Líder da Ciência Cristã, explica em seu livro Escritos Diversos 18831896: “Deus te dá Suas ideias espirituais, e elas, por sua vez, te dão o suprimento diário. Nunca peças para amanhã; é suficiente o fato de que o Amor divino é uma ajuda sempre presente; e se esperares, jamais duvidando, terás todo o necessário a cada momento. Que maravilhosa herança recebemos, ao compreender o Amor onipresente! Mais, não podemos pedir; mais, nós não queremos; mais, não podemos ter. A doce certeza desse fato é o ‘Acalma-te, emudece’ para todos os temores humanos, para todo tipo de sofrimento” (p. 307).

Mesmo que um problema pareça difícil de superar, podemos reconhecer que, porque “O Espírito de Deus [nos] fez, e o sopro do Todo-Poderoso [nos] dá] vida” (Jó 33:4), expressamos aqui e agora a intuição, inspiração e capacidade de encontrar soluções apropriadas.

Vivenciei isso quando chegou o momento de fazer o exame nacional que meu país exige no final do ensino médio. De saída, o teste é assustador, e nos disseram que, para os alunos serem aprovados, o fator sorte tinha mais peso do que o preparo por meio do estudo. Ao orar a Deus, confiei em que todos os envolvidos eram capazes de expressar inteligência, justiça, honestidade e paz de espírito.

Deixar que Deus liderasse meu modo de enfrentar o exame me libertou do medo, mesmo quando me disseram que eu não passaria, a menos que pagasse um suborno (o que não fiz). Imagine minha alegria quando soube que eu, assim como todos na minha sala de exame, tínhamos passado! (Você pode ler mais sobre essa experiência em meu artigo “Prayer takes the fear out of school exams” [A oração nos livra do medo das provas escolares], no Journal de maio de 2020.)

Em qualquer ocasião, podemos humildemente deixar que Deus nos leve a discernir e conhecer mais plenamente a Verdade divina.

More web articles

A Missão dO Arauto da Ciência Cristã 

“...anunciar a atividade e disponibilidade universal da Verdade...”

Mary Baker Eddy, The First Church of Christ, Scientist, and Miscellany [A Primeira Igreja de Cristo, Cientista, e Outros Textos], p. 353

Conheça melhor O Arauto da Ciência Cristã  e sua missão.