Skip to main content Skip to search Skip to header Skip to footer
Original para a Internet

O caminho espiritual para sair da incerteza

Da edição de agosto de 2020 dO Arauto da Ciência Cristã

Publicado anteriormente como um original para a Internet em 15 de junho de 2020.


A pandemia do coronavírus desperta um grande número de questões, tanto com relação ao presente quanto ao futuro, que talvez seja um dos aspectos mais desafiadores intrínsecos a esse problema. Quais serão os efeitos para os nossos entes queridos? Como nos sairemos financeiramente? A vida continuará a ser como antes? A incerteza do presente, assim como a do futuro, torna imprecisas e especulativas as respostas a essas questões.  

O jornal diário da Ciência Cristã, The Christian Science Monitor, está publicando uma série de artigos cujo foco é “orientação em meio às incertezas”, com tópicos variando desde as mudanças econômicas, tecnológicas ou climáticas, até o futuro dos direitos humanos e do governo democrático. A série sugere que uma das formas de encontrar o rumo em meio à incerteza, tanto para os indivíduos quanto para os grupos, no mundo inteiro, é intensificar nosso empenho em moldar o futuro e traçar um caminho rumo ao progresso. Outra forma que encontrei é por meio da fé que cresce e se transforma em compreensão espiritual. 

Em um momento de enorme e imprevista incerteza financeira em minha vida, dei-me conta de que eu nem sequer sabia se eu seria capaz de continuar morando em minha casa. Senti-me à deriva e assustada. Eu não fazia ideia do que esperar do futuro e, inicialmente, até mesmo o pensamento de que eu ainda viria a ter alguma estabilidade financeira parecia algo impossível.

Em meio àquele desespero, eu orei. Durante muitos anos de estudo da Bíblia e do livro Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, de Mary Baker Eddy, a Descobridora da Ciência Cristã, eu havia aprendido que Deus é o bem e está sempre presente, a nos ajudar constantemente quando necessitamos. Eu já tivera comprovações dessa verdade em várias ocasiões. Assim, naquela situação de extrema necessidade, pedi a Deus para me socorrer. 

A ajuda veio por meio de uma ideia simples, mas poderosa, que me apoiou ao longo daqueles momentos difíceis. Trata-se de um trecho de Ciência e Saúde: “O Amor divino sempre satisfez e sempre satisfará a toda necessidade humana” (p. 494). Essas palavras foram reconfortantes para mim, pois me parecia impossível encontrar, e muito menos, delinear meu rumo no futuro. Essa frase prometia que minhas necessidades iam ser atendidas pelo Amor, que é outro nome para Deus. Mas, como seria isso?

A perene e terna presença do Amor divino nos assegura, a cada um de nós, a continuidade do bem.

À medida que eu orava, foi importante prestar atenção ao que Deus faz. O Amor divino nutre; o Amor supre; o Amor restaura. Visto que Deus, que é o Amor, está realmente sempre presente, não pode existir lugar algum onde o Amor não esteja amando com todo o poder. Essa amorosa natureza de Deus define cada um de nós. Por sermos filhos e filhas de Deus, somos verdadeiramente o reflexo espiritual da natureza divina, a expressão real do infindável amor de Deus.  

Meu pensamento ficou tão repleto de um senso da maravilhosa grandiosidade da natureza todo-abrangente do Amor divino, que passou a ser natural confiar ainda mais. Gradativamente toda a minha preocupação com relação ao futuro desapareceu.  

Com o passar dos dias e semanas, foi surpreendente o modo como todas as minhas necessidades foram supridas. Cada desafio teve uma solução. Às vezes passo a passo, mas a cada momento, pude perceber evidências do cuidado e ação de Deus, e não precisei abrir mão da minha casa. Acima de tudo, prossigo contente com a vida, sentindo-me satisfeita e abençoada. Sei que se não fosse por meio da oração, eu jamais poderia sequer imaginar que isso tudo seria possível. 

O Amor divino está presente agora, fortalecendo-nos durante os tempos difíceis e incertos pelos quais estejamos passando. Podemos, com a compreensão espiritual, confiar no poder do Amor para cuidar de todos nós, porque o Amor é de fato uma lei, que atua de modo universal. A perene e terna presença do Amor divino nos assegura, a cada um de nós, a continuidade do bem.  

More in this issue / agosto de 2020

A Missão dO Arauto

Quando Mary Baker Eddy estabeleceu O Arauto em 1903, ela disse que sua missão era a de "anunciar a atividade e a disponibilidade universal da Verdade" (The First Church of Christ, Scientist, and Miscellany, p. 353).

O Arauto registra, em suas páginas, a transformação que ocorre na vida de muita gente e mostra que cada um de nós pode chegar à Verdade.

Que alegria pensar que o efeito da Verdade atua na consciência humana, trazendo cura e renovação! Nosso Mestre, Cristo Jesus, nos prometeu algo que de fato está se cumprindo: "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" (João 8:32).

Cyril Rakhmanoff, O Arauto da Ciência Cristã, edição de julho de 1998
Conheça melhor O Arauto e sua missão.